Home / Saúde / Testosterona: O que é e como podemos aumentá-la?

Testosterona: O que é e como podemos aumentá-la?

Quando ouvimos a palavra testosterona, geralmente pensamos em puberdade, homens de vinte e poucos anos com corpos lindamente modelados, às vezes até fisiculturistas. 

Testosterona: O que é e como podemos aumentá-la?

Na realidade, no entanto, a testosterona desempenha um papel importante não apenas nos homens, mas também nas mulheres.

Manter os níveis normais de testosterona é muito importante para a nossa saúde, tanto para homens quanto para mulheres. Mulheres saudáveis ​​podem produzir até 300 microgramas de testosterona por dia em seus ovários e glândulas supra-renais.

Nesta matéria, iremos compreender como a deficiência de testosterona pode atrapalhar a vida de um homem ou mulher, e por muitos, muitos homens estão fazendo uso do Tribulus funciona como um regulador, equilibrando os níveis de testosterona e trazendo inúmeros benefícios. 

O que é testosterona?

A testosterona é um hormônio esteróide do grupo androgênico. É entendido principalmente como um hormônio masculino, mas também é produzido pelo corpo feminino. 

Ocorre nos testículos nos homens e nos ovários e glândulas supra-renais nas mulheres. A testosterona é responsável pelo aumento do desejo sexual e maior libido em homens e mulheres.

Também é importante para um nível suficiente de glóbulos vermelhos, densidade óssea, massa muscular, qualidade do sono e alto nível de energia corporal.

Deficiência de testosterona

À medida que homens e mulheres envelhecem, os níveis de testosterona diminuem naturalmente. 

Esse fenômeno é ainda mais acelerado pela presença de estresse crônico, dieta pobre, flora intestinal não saudável, deficiência de vitamina D , ganho de peso, falta de exercício e medicamentos prescritos.

Atualmente, os cientistas estão descobrindo que os níveis de testosterona estão diminuindo em pessoas cada vez mais jovens, sejam homens ou mulheres.

Nos homens, o processo de declínio geralmente começa nos quarenta anos, caso contrário, estima-se que 25% dos homens com mais de 45 anos tenham hipogonadismo, o que significa baixos níveis de testosterona.

 Nas mulheres, o declínio começa na casa dos vinte anos e continua na casa dos quarenta e depois na menopausa . O risco aumenta ainda mais se as mulheres estiverem em terapia de reposição hormonal com estrogênio, o que reduz ainda mais os níveis de testosterona.

O papel da testosterona em homens e mulheres não termina com a sexualidade e os músculos. Baixos níveis hormonais podem causar sérios problemas de saúde.

Sintomas de baixos níveis de testosterona

Como falado anteriormente, os baixos níveis de testosterona podem afetar diretamente a saúde do homem ou da mulher, indo muito além do âmbito sexual. Confira abaixo quais são as possíveis complicações.

Para homens:

Diminuição do desejo sexual, infertilidade, disfunção erétil, fadiga, baixa concentração, diminuição da massa muscular, depressão, diminuição da força física, perda de densidade óssea, ossos quebradiços.

Para as mulheres:

Diminuição da libido, orgasmos fracos, fadiga, depressão, alterações de humor, diminuição da força física, dificuldade para engravidar e perda de densidade óssea.

Se você tiver sintomas semelhantes e presumir que isso se deve à diminuição dos níveis de testosterona, você pode determinar isso com um simples exame de sangue. 

É importante, é claro, consultar seu médico – não apenas sobre testes, mas também sobre tratamento. 

O tratamento para aumentar a testosterona, seja farmacêutico ou natural, sempre deve ser supervisionado por uma pessoa profissional e experiente no campo.

Sobre o Autor:

I´m Vasconcelos. Meu nome é Vasconcelos e escrevo para o ADPARK, sou brasileiro e vivo em São Paulo. Formei-me em Comunicação Social pela UNINOVE. Trabalhei anos como freela especializado Internet e agora estou escrevendo para diversos o blogs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *