Home / Esporte / Suplemento pré-treino: Vale a pena usar?

Suplemento pré-treino: Vale a pena usar?


Diz aí se você já passou por essa situação: você começa a treinar mais pesado, aparece com mais frequência na academia e logo começam os papos sobre suplementação pré-treino. O que cada um usa, o que deixou de usar, o que foi proibido pela Anvisa e o que liberaram de vez.

Essa é uma história bem comum, né? Mas será que vale mesmo a pena usar suplementos
pré-treino? Você ao menos sabe o que tem dentro deles? Muitos suplementos realmente ajudam você a alcançar os resultados que quer, com estímulos que favorecem os seus treinos.

Mas, convenhamos, com tantas opções disponíveis, fica difícil saber quais são mesmo bons e quais não passam de balela promotora de marca.  E é por isso que a gente decidiu ir atrás de estudos que tratam deste assunto. Porque aqui vocês já sabem, né?

A gente resolve as dúvidas com ciência. Dando uma olhada rápida no rótulo de qualquer
pré-treino, você será bombardeado com uma lista imensa de ingredientes quase impronunciáveis. E alguns deles, de fato, podem ajudar. Ingredientes como o TMG (trimetilglicina melhor whey protein), também chamado de betaína, por exemplo, podem ajudar na saúde cardíaca e fornecer energia.

Beta-alanina

Outro ingrediente interessante é a beta-alanina, que contribui na redução da fadiga, o que
significa que você poderia correr por mais tempo ou aguentar mais algumas repetições durante o seu treino. Alguns suplementos podem conter ainda estimulantes de óxido nítrico, como a citrulina e a arginina, que auxiliam na oxigenação muscular.

Na grande maioria dos pré-treinos você também encontrará algumas formas de creatina, um suplemento extremamente popular – e bastante estudado – para fornecer energia durante atividades anaeróbicas. Por outro lado, existem alguns ingredientes populares que não são tão úteis, como o aminoácido glutamina.

As empresas de suplementos fazem um marketing pesado em cima da glutamina, vendendo ela como um super construtor muscular ou provedor de energia, mas as pesquisas mostram que ela não é melhor do que um placebo para estes fins. Algumas marcas ainda juntam outros ingredientes do pré-treino com ácido linoléico conjugado, ou CLA, na abreviatura em inglês, afirmando que isso vai ajudar a queimar mais gordura
durante o exercício.

Mas, assim como a glutamina, seus efeitos não tem embasamento científico suficiente. Ok, no geral alguns ingredientes até podem fazer certa diferença quando consumidos no momento pré-treino. Mas o que os estudos nos mostram é que usando os suplementos certos regularmente você terá mais benefícios do que tomando apenas antes do seu treino.

Outro detalhe importante é que estes ingredientes são facilmente encontrados… na sua COMIDA! Com exceção da creatina, comprar um suplemento pré-treino apenas por esses ingredientes pode ser um desperdício de dinheiro. Mesmo assim, você já deve ter ouvido falar naquele cara que toma um pré-treino e sente um formigamento, não é? Você pode inclusive SER essa pessoa.

E, neste caso, por que você só sente o formigamento com o pré-treino e não com a comida? A resposta é simples: além dos ingredientes mencionados, alguns suplementos mais fortes possuem ingredientes conhecidos como estimulantes. Estimulantes em geral têm a proposta de melhorar a performance através de estímulos a vários fatores fisiológicos e mentais, como vasodilatação e aumento dos batimentos cardíacos e do estado de alerta.

Alguns dos estimulantes mais populares antigamente eram a efedrina e o DMAA (dimetilamilamina). Ambos agem como estimulantes do sistema nervoso central (SNC), levando o seu corpo a um estado hiperativo e aumentando os níveis de adrenalina, batimentos cardíacos, pressão sanguínea e queima de gordura. As razões pelas quais eles eram populares apenas NO PASSADO é porque eles foram banidos da lista de suplementos aprovados pelo FDA, uma espécie de Anvisa estadunidense, devido a inúmeras ligações dessas substâncias com riscos à saúde, inclusive com a morte.

Então, por favor, não saia por aí tomando substâncias proibidas, a sua saúde agradece! Hoje em dia você poderá encontrar estimulantes como a teobromina, a paraxantina e a teofilina. Mas, com certeza, eles não são, nem de longe, mais efetivos e importantes do que o mais potente de todos os estimulantes: a cafeína. Isso mesmo, aquela que você encontra no seu cafezinho preto, whey protein preço.

Cafeína: usar ou não usar?

Como vocês devem saber, a cafeína é o estimulante mais usado em todo o mundo, graças a sua habilidade de reduzir a ação da adenosina, um metabólito que induz o sono. O consumo de cafeína pode influenciar fatores como o estado acordado, o estado de alerta e a capacidade aeróbica, além de aumentar sua força, sua resistência até a exaustão e estimular a queima de gordura. E sim, ela também pode aumentar os seus estímulos nervosos. Esse é o grande segredo!

Sem a cafeína, os suplementos pré-treino não teriam tanto impacto no seu treino. Mas fique sabendo que a tolerância à essa substância varia de uma pessoa pra outra. Algumas pessoas têm uma melhor performance simplesmente porque a cafeína, assim como outros estimulantes, melhora seu foco; outras pessoas adquirem mais resistência e algumas não sentem tanto efeito devido à alta tolerância à cafeína.

Assim, sabendo que a maioria desses suplementos contêm, em média, de 3 a 4 xícaras de café, é importante que você tenha consciência das respostas do seu corpo à cafeína antes de tomar, sejam elas positivas ou negativas. Além disso, os efeitos dos pré-treino são melhores quando tomados de estômago vazio, então lembre de se planejar.

E se você não quiser gastar com suplementos pré-treino, uma dieta saudável, em conjunto com o café preto, é definitivamente uma ótima alternativa. E então, você utiliza algum pré-treino? Sente algum efeito colateral? Já experimentou beber só o café antes do treino?

Sobre o Autor:

I´m Vasconcelos. Meu nome é Vasconcelos e escrevo para o ADPARK, sou brasileiro e vivo em São Paulo. Formei-me em Comunicação Social pela UNINOVE. Trabalhei anos como freela especializado Internet e agora estou escrevendo para diversos o blogs.

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *